Deliberações: 33

O sinônimo de prosperidade não é ter; é ser

“Melhor é o jovem pobre e sábio do que o rei velho e insensato, que já não se deixa admoestar.” (Eclesiastes 4:13)

O ter: mera aparência. O ser: a essência. O ter é transitório e sempre passa. O ser é eterno e sempre é. O ter é material, visível e palpável, por isso falho e vulnerável. O ser não se ver, nem se toca, mas todos sentem e consentem, pois não os impedem de ver a verdade. O ter é frágil e destrutível. O ser, forte e inatacável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑